Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
Projetos
Projetos

 


 

Projeto Meio Ambiente.

 

Preservando o presente e Garantindo o Futuro 

 

Justificativa 

 

A escola Francisco Nunes Leitão tem a preocupação de contemplar questões relacionadas ao meio em que vive o aluno, está inserido de forma participativa sendo capaz de estabelecer, relação, interagir, transformação no  agir no meio em que vive, contribuindo para a formação de cidadãos conscientes, aptos a decidirem a atuarem na realidade sócio-ambiental de um modo comprometido com a vida, com o bem-estar de cada um e da sociedade local.

 

Para atingirmos esses objetivos e preciso que a escola trabalhe com informações, formação de valores e atitudes despertando uma consciência ecológica com o objetivo de despertar os alunos para que possa não apenas agir corretamente no processo de preservar o meio ambiente, como também colaborar com o despertar dessa consciência junto com toda a comunidade escolar.

 

O projeto meio ambiente faz-se necessário para colocar em prática no dia a dia, através de pequenos atos, que darão inicio as  grandes transformações que devem ser de responsabilidades de todos.

 

Objetivo Geral:

 

Estimular nas crianças a compreender a importância de respeitar e preservar a natureza, mostrando que sua participação no cuidado com o meio em que vive é essencial e nas mudanças das práticas de atitudes e a formação de hábitos em relação ao ambiente, reconhecerem-se como individuo natural e que a natureza é importante para sobrevivência da humanidade.

 

Objetivos Específicos:

 

  • Incentivar e promover o trabalho coletivo e a cooperação entre os alunos e os professores, entre a escola e a comunidade, para transformação humana e social, alcançando a preservação e a recuperação do ecossistema.
  • Perceber que o lixo pode ser uma fonte importante de recurso financeiro através da reciclagem.
  • Conscientizar sobre a importância da água para manter a vida no planeta, além de buscar meios para economizar e usa-la racionalmente.
  • Participar de ações sociais que resgatem valores humanos como respeito pela vida, responsabilidade, solidariedade, amizade e ética.
  • Despertar a conscientização a respeito do meio ambiente e da importância da sua preservação, assim como da necessidade do reaproveitamento do lixo por meio da reciclagem.
  • Utilizar o material reciclado no dia a dia.

 

Alunos Atendidos

 

1º ao 5º Ano do Ensino Fundamental

 

Áreas contempladas

 

Língua Portuguesa, Ciências, Educação Artística, Educação Física, Matemática e

 

Geografia

 

Avaliação.

 

Será desenvolvida durante a realização do projeto através da observação do desempenho e interesse dos alunos na realização das tarefas propostas, produções e relatório sobre as atividades.



 

 

Tema: “Lendo com a família na escola”.

A escola trabalha hoje mais uma ação do Projeto de Leitura: Lendo com a Família na Escola

A primeira ação foi realizada no parque do Buriti: Lendo com os pais no parque onde tivemos a participação de vários pais acompanhando e lendo com seus filhos.

A segunda ação: Caravana da Leitura está sendo realizada hoje dia 27/04/12 pela manhã foi na quadra de esporte do bairro Zenaide Paiva onde tivemos a participação de vários jovens e crianças do bairro a Equipe do Núcleo de educação também foi prestigiar o evento e contamos com o apoio da Secretaria Municipal de Educação disponibilizando o Ônibus Escolar para transportar os alunos.

A Equipe da escola agradece a todos e especialmente os funcionários e professores que se empenharam para alcançarmos o objetivo de cada ação já realizada deste projeto.

 

1-JUSTIFICATIVA:

 

    A proposta deste projeto deve se aos relatos dos professores sobre as dificuldades de aprendizagens de seus alunos no que se refere a leitura e escrita. Sendo um dos principais problemas na educação da atualidade a dificuldade que o educando tem de ler, compreender e produzir textos com eficiência, faz-se necessário pensar em ações que venha suprir essas necessidades, sabemos que os  projetos de leitura e escrita são fundamentais para a organização da prática de ensino como também uma aprendizagem eficiente e significativa para o aprendiz. É uma forma possível de organizar o trabalho e prevê um resultado positivo e um produto final, tornando as atividades mais diversificadas, prazerosas e dinâmicas, visando combater urgentemente essas dificuldades de aprendizagens  de nossos educando e que eles possam construir conhecimentos críticos sobre a realidade apresentada, e não só absorver informações dadas.

 

     Para tanto, é necessário que se desenvolva uma compreensão primeira sobre o próprio ato de ler, envolvendo os vários tipos de leitura que se pode fazer e os objetivos de cada um deles visando sempre a aprendizagem do aluno.

 

 

 

2-OBJETIVO GERAL:

 

*Estimular pais e alunos o gosto e o prazer pela leitura, desenvolvendo o comportamento leitor e escritor ampliando assim  o repertório cultural e letrado  de  toda a comunidade  escolar.

 


Projeto aluno nota 10

A escola Realiza hoje dia 20 de março de 2012 a entrega dos prêmios dos classificados como alunos nota 10, foram classificados 47 alunos no ano de 2011, em 1º lugar ganhou uma bicicleta, 2º lugar uma bicicleta, 3º lugar um curso de informática, 4º lugar um celular e  5º lugar 100 reais os outros 42 receberam blusas,  certificados e medalhas. Mais para esses alunos que já foram alunos nota 10 em várias avaliações como: freqüência, notas, participação, organização, comportamento, respeito e acompanhamento dos pais.


 


 

Culminância do Projeto " Lê pra Mim?"20-12-2011/23:24

 

A escola Francisco Nunes realiza na última sexta a culminância do projeto, ” Lê pra mim” onde foi apresentado todas atividades desenvolvida durante o ano letivo, apresentação de parodias, teatro branca de neve, coral musical, teatro de trânsitos e varias outras apresentações, também contou com a participação dos leitores que foram convidados para fazerem as leituras durante o ano e teve como leitor especial do dia o delegado Alex, fazendo a leitura demais uma historinha e manteve-se no local até o término da cerimônia. Além da presença importante dos pais ainda pudemos contar com a presença do Coordenador de ensino e coordenador do PDE do município de Feijó o senhor Evandro de Lira Victor como apresentador e animador da solenidade. A equipe gestora, professores, funcionários e alunos agradecem a todos, e avalia o projeto como um dos indicadores para alcançarmos nossa meta  de aprovação. 

 

 




prepara para a culminância do Projeto " Lê pra Mim?" 22:01/14-12-2011

 

 

Toda a Equipe escolar trabalham toda a semana par a culminância do projeto que será realizado sexta feira dia 16/12/11 às 17 horas e convida todos os pais e amigos da escola para participarem dessa festa.


 

Projeto " Lê pra Mim?"   14:55:14 de 03/06/2011

 

 

 

 

 

Alunos do Ensino Médio da Escola José Gurgel Rabelo junto com o Professor Radson foram os mediadores na execução de mais uma oficina de leitura do Projeto Lê pra Mim? E ainda teve a participação do Pastor da Assembléia de Deus Sérgio Rosendo da Silva e Sua esposa Maria Carlete Neto de Oliveira. Foram feitas muitas leituras contadas como história e dramatização, tornando uma fácil compreensão dos textos e incentivando o interesse pela leitura, Nessa perspectiva, há algum tempo, vem-se fortalecendo em nossa escola a discussão a respeito da importância de intensificarmos a prática da leitura e de garantirmos o acesso à diversidade dos gêneros textuais. Há também o enfoque da competitividade natural existente no mundo, a necessidade de atualização constante de informações e as dificuldades em interpretação de textos, livros e outras publicações. O direito à leitura, na escola Francisco Nunes, está garantido na ampliação do conceito de leitura que leva o nosso aluno à construção do conhecimento e à visão dele, enquanto leitor, como sujeito da história, pois reconhecemos que o ato de ler prioriza a formação de um leitor crítico e criativo.  

 

Acolhimentos aos pais

Está na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): as escolas têm a obrigação de se articular com as famílias, e os pais têm direito a ter ciência do processo de ensino pedagógico, bem como de participar da definição das propostas educacionais.                  Sabemos que a Educação é direito de todos e dever do estado e das famílias. Diante desse contexto a Escola Francisco Nunes Leitão, em busca de mobilizar e comprometer e garantir uma maior participação dos pais na leitura, realiza diariamente acolhimento aos pais na escola oferecendo o Cantinho de Leitura com uma grande variedade de tipologia textual, visando incentivar aos pais a gostarem de ler como também uma maior integração entre as famílias, isso acontece quando os pais vem buscar seus filhos no horário de saída sendo uma forma de  interagir nas atividades e na vida escolar de seus filhos onde os mesmos tenham acesso a uma educação básica de qualidade.TODOS PELA EDUCAÇÃO. Segundo a diretora Ana Maria, o próximo passo será a leitura realizada na rádio escola pelos pais dos alunos, já que isso acontece diariamente na escola pelos alunos.


 

Classificação por turma 

Foi divulgada no mural da escola a classificação dos alunos por turma do 1º semestre de 2011, uma ação do projeto aluno nota 10. O que levou os alunos a fazerem filas para ver suas classificações, e isso superou nossas expectativas em relação ao interesse dos mesmos e até dos pais que vinham à escola somente para observar qual a colocação do seu filho na relação.

 

Projeto de Leitura e Escrita "Lê pra mim"

Justificativa

    A  medida que a humanidade evolui, os desafios tornam-se cada vez mais difíceis, e como não poderia deixar de ser, essa evolução depende muito do desenvolvimento da educação, portanto devemos buscar cada vez mais ferramentas capazes de nos colocar na vanguarda das soluções, é por esse motivo que propormos as mais variadas formas de explorações textuais na relação ensino e aprendizagem como instrumento de apoio a tecnologia do futuro. Sabendo que o aluno tem pouco contato com a leitura em seu ambiente familiar e apresenta na escola, dificuldades de aprendizagem decorrentes dessa carência, faz-se então, necessária a realização de um trabalho que desperte o gosto e o hábito da leitura, condição indispensável ao desenvolvimento social e a realização individual do educando. É através da leitura que se formam cidadãos críticos e seletivos em busca de um melhor aprendizado sócio-cultural. Buscamos através desse projeto um trabalho conjunto, participativo e comprometido em ajudar a comunidade escolar a desenvolver o gosto pela leitura e pela produção de textos, possibilitando ao educando tornarem-se leitores e escritores reflexivos e críticos participando de forma ativa da sociedade em que se encontram inserida.

 

OBJEITVO GERAL:

 

    Despertar, incentivar e promover a leitura no âmbito escolar visando a formação do caráter do leitor no educando, a melhor qualidade do ensino-aprendizagem e o desenvolvimento social e cultura, tornando-os sujeitos incansáveis do conhecimento num processo de formação das futuras gerações.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

 

  • Despertar o prazer pela leitura através de diversas fontes bibliográficas;
  • Contribuir para a reflexão crítica no processo de socialização, através da interação família e escola;
  • Ler diversidades de gêneros textuais, analisando as diferenças inerentes as suas estruturas;
  • Produzir textos nas tipologias e gêneros explorados, utilizando as mais variadas ferramentas tecnológicas;
  • Confrontar opiniões e pontos de vistas as diferentes linguagens e suas manifestações específicas.

 


 

No ano de 2010 a Escola Francisco Nunes Leitão está desenvolvento quatro projetos Aluno nota 10. Fazendo Arte na Escola, formando Leitores e escritores e Soletrando e várias oficina inseridas no PDE.


                             A escola Realiza hoje dia 29 de abril de 2011 a entrega dos prêmios dos classificados como alunos nota 10, foram classificados 23 alunos no ano de 2010, em 1º lugar ganhou uma bicicleta, 2º lugar uma bicicleta, 3º lugar um curso de informática e 4º lugar um celular, os outros 19 receberam  certificados e medalhas. Mais para esses alunos que já foram alunos nota 10 em várias avaliações como: freqüência, notas, participação, organização, comportamento, respeito e acompanhamento dos pais, a escola resolve oferecer para todos, um curso de informática básica com introdução a internet com uma carga horária de15 horas, como complemento na aprendizagem.

 

 

 

PROJETO ALUNO NOTA 10/ 2010

Justificativa

A função primordial da escola é ensinar. Se os alunos não aprendem, a escola não é boa. Em outras palavras: a escola só é boa se os alunos aprendem.

A escola de Ensino Fundamental Francisco Nunes Leitão, foi fundada no ano de 1970, situada na rua José Porfírio S/Nº no Bairro 2º Distrito, recebeu este nome para homenagear o nordestino, Francisco Nunes Leitão que deixou sua terra Natal e veio para o Acre, em busca de melhores condições de vida. Na época, o Acre ainda não havia passado à categoria de Estado. Era um Território Federal.

Atualmente, a escola oferece a modalidade do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, funcionando nos turnos matutino e vespertino com 19 salas e com um número de 594 alunados.

A nossa escola tem por missão, proporcionar um serviço educacional de qualidade, incentivo à participação, garantindo a permanência do aluno na escola em busca de inovação para solucionar os desafios encontrados, em um ambiente afetuoso e de respeito, onde possamos reconhecer as potencialidades e contribuições individuais e coletivas da comunidade escolar como um todo,  capazes de agir na transformação da sociedade. Nós trabalhamos sempre buscando a ação coletiva, a participação de todos  os segmentos da comunidade escolar fortalecendo o compromisso com uma aprendizagem de qualidade.

Em nossa gestão do ano de 2008, tínhamos uma meta a ser alcançada no que se refere ao índice de aprovação geral dos alunos de 85.5% para 88%,  não conseguimos alcançar a meta apesar de ter aumentado o número de alunos matriculado na escola do ano anterior, bem como a evasão que caiu de 3,3% para 0,5% e a reprovação que era de 11,2% foi para 14,4% e a aprovação de 85,5% foi para 85,1%.

Diante desse resultado, buscamos algumas estratégias para superar essa situação e melhorar o desempenho escolar dos nossos alunos, implantando uma das ações o “Aluno Nota 10”, que é avaliar o desempenho dos aprendizes com frenquencia, utilizando critérios vinculados às metas de aprendizagem, e oferecer sugestões para melhorar o desempenho.

É importante salientarmos que detectamos e elencamos os principais problemas que atribuíram para o baixo rendimento escolar dos alunos. Dentre eles, podemos destacar:

·         Falta de acompanhamento dos pais no processo de ensino aprendizagem;

·         Baixa – estima;

·         Desestabilidade domiciliar;

·         Baixo nível de preparação dos alunos que ingressam na escola;

Visando diminuir esse índice de reprovação e objetivando contribuir para o sucesso escolar e ampliação de oportunidades de aprendizagem, bem como superar metas e fortalecer o compromisso com uma aprendizagem de qualidade, a escola Francisco Nunes Leitão, juntamente com os pais e todo segmento escolar resolveu implantar o projeto “Aluno Nota 10”, que tem por objetivo contribuir para a melhoria da qualidade de ensino, e de não deixar alunos para trás, nem aumentar as diferenças induzidas por outras estruturas da nossa sociedade. Portanto se faz necessário a execução do projeto “Aluno Nota 10”, onde deve-se considerar os resultados de aprendizagem dos alunos nos aspectos cognitivos, afetivos e sociais, contemplando alguns critérios de análises que contribuam para a equidade e a qualidade da educação do município.

O projeto “Aluno Nota 10 tem como missão e segue firme em colaborar para despertar e alimentar o apreço pela leitura, escrita, produção, cálculos, despertando o interesse e a curiosidade das crianças na formação de habilidades e competências que irão torna-los bons leitores escritores.

Objetivo Geral:

  • Contribuir para a melhoria da qualidade do ensino, visando reduzir a reprovação e evasão e despertar no educando o gosto e o prazer de estudar.

Prêmio Francisco Nunes Leitão – 2009

Aluno nota 10

Regulamento

Capitulo I - Do prêmio

Art.1º do prêmio aluno Nota 10 – É uma iniciativa da Entidade Escolar Francisco Nunes Leitão que visa incentivar, valorizar e despertar o interesse de aprender e divulgar as competências adquiridas dos seus educandos, primando o sucesso em sua vida escolar;

Capitulo II – Da participação

Art. 1º - Poderão participar os alunos do 2º ao 5º ano que sejam matriculados nesta unidade de ensino

Capitulo III - Do processo de seleção

Art. 1º – Serão selecionados os alunos que obtiveram 16 dez para cima. Sendo que o aluno que tiver 32 dez, não tendo nenhum empate será o  vencedor do projeto ficando classificado no 1º lugar.

- No caso de empate será selecionado o aluno que tiver um maior número de freqüência escolar;

Os demais que obtiverem 16 dez participarão do 2º lugar onde será feito o  e será subjugado aos critérios selecionados pela escola e pela comissão julgadora.

- Uma prova de conhecimentos Gerais de acordo com a seriação em que o aluno está. Sendo classificado o aluno que fizer uma maior pontuação.

Sendo que os alunos do 2º ano poderão concorrer a categoria do aluno nota 10 ao 2º prêmio, tendo em vista que este alunado só participará de 2 avaliações bimestrais;

 

Capitulo IV – Da premiação

Art. 1º - A Escola Francisco Nunes Leitão, se responsabilizará de buscar os prêmios, junto às parcerias e Entidades Públicas do Município (Câmara Municipal, Prefeitura Municipal, Núcleo de Educação, SEME, BASA, Banco do  Brasil – Empresários locais e SINTEAC).

Capitulo V – Das Considerações Finais

Art. 1º – É de inteira responsabilidade e iniciativa desta escola a implementação do aluno Nota 10,  que se caracteriza em um incentivo que visa oportunizar aos alunos uma melhoria na qualidade da aprendizagem e, consequentemente na elevação dos índices desta escola.

Operacionalização

O prêmio deverá ser oferecido anualmente.

Para o desenvolvimento do projeto, as competências ficarão assim definidas

Caberá a  Escola

Elaborar o regulamento que normatizará o premio.

Nomear a Comissão Organizadora, composta por representantes da Educação SEE, SEME.

Divulgar e publicar os resultados da premiação do Aluno nota 10.

Providenciar os prêmios em pecúnia, os diplomas e os troféus para a premiação.

 Caberá a comissão Julgadora.

Avaliar e selecionar os trabalhos e desempenho dos candidatos  da escola, atendendo o regulamento do prêmio.

Prêmios

1º lugar _ 01 bicicleta Caloi Poti

2º lugar – 01bicicleta Caloi Poti.

3º lugar – Curso de informática

4º lugar – Celular

Autores:

Ana Maria das Neves Costa

Diretora da Escola Francisco Nunes Leitão

Coordenadores: Pedagógico e Administrativo;

Professores e demais segmento Escolar.

Escola Francisco Nunes Leitão      

PROJETO DE LEITURA E PRODUÇÃO TEXTUAL

-2009                                                                                                                                                  

Tema: Formando Leitores e Escritores:

Organização e elaboração:

Coordenadores, professores e equipe Gestora

Alunos atendidos: 1º ao 5º ano

Duração: Abril a Dezembro

Disciplinas contempladas: Língua Portuguesa, História, Artes, e Educação Física

JUSTIFICATIVA

               Considerando, a dificuldade apresentada dos nossos alunos do 1º ao 5º ano na leitura como também na escrita faz-se necessário propor, ações que possam facilitar a aprendizagem dessas competências. Tendo em vista que saber ler e escrever é uma capacidade indispensável para que o indivíduo se integre a sociedade da qual faz parte, são tarefas da escola, propor desafio indispensável para todas as disciplinas escolares, uma vez que essas habilidade são os meios básicos para o desenvolvimento da capacidade de aprender pensar, interagir e compartilhar com  parte do lido e ser capaz de dizer a sua palavra ao  seu tempo por escrito, e constituem competências para a formação do estudante, responsabilidade maior da escola.  Somos sabedores de que um dos principais problemas da na educação da atualidade é a dificuldade que o indivíduo tem de ler e produzir textos com eficiência. Pois a leitura proficiente tem infinitas possibilidades. Ela começa pelos olhos, mas vai além deles, que necessita de um elemento fundamental, a compreensão do leitor diante daquilo que ler. Portanto, um dos objetivos da escola Francisco Nunes Leitão é desenvolver o hábito da leitura em nossos educando. E proporcionar mecanismo para que sejam escritores competentes, valorizando assim o conhecimento prévio de cada aprendiz, propiciando o prazer através da leitura, sendo uma atividade fundamental para o sucesso de sua vida.

OBJETIVO GERAL:

v  Proporcionar a interação dos alunos com diferentes gêneros textuais escritos e diversas situações de leitura, formar leitores competentes e produtores de textos que possam assumir suas vidas no contexto social onde vivem e no mundo globalizado.

Estratégias de ação:

v  Envolver a comunidade escolar nas ações do projeto.

v  Auxiliar os professores na execução do projeto.

v  Leitura de diferentes gêneros textuais nas rodas de leitores, caixa amplificada e na secretaria.

v  Incentivar e acompanhar os alunos nas atividades de recontos e leitura dentro e fora da escola.

v  Criar um horário para as leituras do dia por diferentes turmas e alunos.

v  Registrar todas as ações desenvolvidas no projeto.

v  Convidar os pais de alunos e pessoas da comunidade para tornarem-se parceiros na execução do projeto auxiliando-nos com suas habilidades como: ler, contar histórias, piadas, desafios, literatura de cordel, etc.

 

1º Ano

Ações a serem trabalhadas

Objetivos específicos

Datas

Leitura e escrita de quadrinhas, provérbios, cruzadinhas, parlendas, canção conhecida e lista de nomes próprios.

Estimular de forma criativa o gosto pela leitura e escrita. Através das variedades de gêneros textuais.

09/04 a 11/12

Recontar oralmente contos conhecidos para outras salas.

Desenvolver a oralidade nos recontos de conhecidos para outras turmas.

 

Produção de cartas para as mães por meio de desenhos.

Despertar a criatividade dos educando por meio da produção de cartas e desenhos produzidos.

 

Dramatização de contos.

Desenvolver a imaginação e a criatividade nas representações.

 

Coreografia de música

Familiarizar-se com os diferentes gêneros textuais.

Julho

Desfile dos gêneros textuais

Valorizar a dança como meio de comunicação e expressão corporal e forma.

Dezembro

2º Ano

Leitura e escrita de quadrinhas, provérbios, cruzadinhas, parlendas, canção conhecida e lista de nomes próprios.

Conhecer diferentes portadores de textos nos quais a escrita pode ser encontrada.

Abril a dezembro

Desfile com os principais gêneros textuais.

Participar efetivamente de situações de comunicação oral.

Maio a setembro

Leitura na sala com utilização da caixa amplificada.

Estimular o desejo do aluno a se familiarizar-se por diversos textos.

 

Leitura de alunos em outros.

Despertar o gosto pela comunicação oral através da leitura feita em salas diferenciadas.

 

Reconto

Produzir textos de sua própria autoria, ditando para o professor ou colegas e quando possível do próprio punho.

Outubro

3º Ano

Leitura em livros, jornais, revistas, etc.

Despertar o prazer da leitura, buscando aprender a ler informações cotidianas como hábito.

Abril a Dezembro

Produções textuais: bilhetes, convites, recontos para outras salas e escolas.

Diferenciar, distinguir o que é um bilhete de um convite, usando a escrita correta, produzir um reconto, deixando a timidez de lado, e expor suas idéias nas leituras em voz alta.

Julho

Produção de parodia, poemas e desafios.

 

Maio a Novembro

Expor conhecimento trazido de casa, utilizando as parodia e desafios.

Expor conhecimento trazido de casa, utilizando as paródias e desafios

 

Dramatização de contos ou fábulas.

Elaborar e criar poemas, de acordo com as data comemorativas e expor.

 

4º Ano

Produções textuais: bilhete, convites, recontos para outras salas e escola.

Produzir texto de sua própria autoria, ditando para o professor ou colegas e quando de próprio punho.

 

Organizar um sarau literário sobre a obra de um determinado autor; (Elias José)

Desenvolver o hábito pelo mundo letrado e o desenvolvimento da oralidade. (4º)

Maio

Leitura na sala com a utilização da caixa amplificada.

Conhecer a biografia de um determinado autor e suas obras literárias.

 

Leituras em livros, jornais, revistas, etc.

Elaborar e criar poemas de acordo com datas comemorativas.

 

Produção de paródias, poesias e desafios.

 

 

5º Ano

Trabalhar diversidades de gêneros textuais;

Motivar através de dinâmicas o novo treino ortográfico, fazendo a interação entre os alunos dos 5º anos.

 

Montar um cantinho de leitura na sala de aula quinzenalmente;

Conhecer poemas consagrados da literatura brasileira;

 

Visitar a biblioteca para conhecer outros tipos de leitura, bibliografia, editora, títulos e demais informações;

Resgatar sentimentos sobre o lugar onde os alunos vivem, através das produções de poemas.

 

Produzir textos coletivos;

Aproximar os alunos das diversidades literárias, nas visitas feita na biblioteca municipal.

 

Produzir textos individuais com autonomia;

Proporcionar momentos aos alunos de compilamentos de material estudo de poema e de vários pensamentos poéticos.

 

Confeccionar um caderno de produção textual;

Montar um sarau de poemas para leituras e conhecimentos poéticos.

 

Exposição dos cadernos produzidos e demais trabalhos que possa vir ser trabalhados no decorrer do projeto.

Utilizar a caixa amplificada para o momento de leitura feita pelo aluno, superando a timidez e motivando na espontaneidade de ler.

 

Organizar um mural de poemas de diversos autores.

Ampliar o repertório dos educandos com diferentes poemas e autores

16/04/2009

 

AÇÕES DESENVOLVIDAS PELA EQUIPE ESCOLAR

Apresentação de uma peça de teatro e dança (com datas comemorativas)

v   

 

Feijó-Acre, 09 de Abril de 2009


 

 

Projeto Pedagógico/ 2009

ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA.

Escola: Francisco Nunes Leitão

CNPJ: nº 01221164/0001-01

Código da Escola:  12004367

Fone: (68)34632227

Endereço Eletrônico : esc.anunes@gmail.com  Site: www.fnl.uni7.net

Turno de funcionamento: Matutino e Vespertino

Área de abrangência: Ensino Fundamental

Clientela atendida: 1º ao 5º ano

Total de alunos atendidos: 568

Equipe Gestora: Diretora: Ana maria das Neves Costa

Coordenadora Pedagógica: Maria do Socorro da Silva  Freire

Coordenadora Administatriva: Albertina Barbosa da Silva

Equipe de docentes:

Alcilene Lima da Silva, Antonia Mourão de Araújo, José Ivan Ferreira de Sousa, Edvania Maria de S. Macêdo, Ecirlene Maria da Silva Braga,     Maria Eliana da Silva,

Gilberto Santos de Almeida, Rosineide da Costa Lima, Auley Torquato de Melo Deucilândia Jurema de França,   Maria Océlia Fernandes Maciel,         Rosiane das Neves Costa ,  Maria Angélica Gonçalves Mourão            Luiza Lira de Aguiar,

Maria Raquel Cordeiro Sena, Edvaldo da Silva Portela,

Alunos - Pais

 

APRESENTAÇÃO

 

O Compromisso da escola com a construção da cidadania levou-nos a elaborar o PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO voltado para a responsabilidade  com a formação de cidadãos críticos e conscientes dos seus direitos e deveres.

A escola hoje não pode caminhar sozinha, portanto, se faz necessário construir um Projeto que corresponda com os objetivos de todos.

Para que possa atender os desafios e as exigências apresentadas pela atual sociedade,  a Escola Francisco Nunes Leitão se reuniu com toda equipe escolar e elaborou seu Projeto Político Pedagógico com a finalidade de explicitar as ações pedagógicas e administrativas que serão desenvolvidas no decorrer do ano letivo, obedecendo às normas da Própria Lei de diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB, de n° 9.395/96, não só reconhece os estabelecimentos de ensino como um espaço legitimo para a elaboração de seu Projeto Pedagógico, como também, assegurar a participação dos profissionais da educação no desenvolvimento dessa tarefa.

Queremos construir uma escola democrática. A democracia é uma forma de sociabilidade que penetra em todos os espaços sociais. Nessa concepção a escola onde ela deve ser expandida.

Para trabalhar uma educação comprometida com cidadania elegemos os Parâmetros Curriculares Nacionais, que tem o compromisso com a dignidade da pessoa humana, a igualdade de direitos, a participação e com a responsabilidade pela vida social.

Para que este Projeto venha a contribuir com o sucesso da escola é importante também eleger prioridades, promover a participação da Comunidade escolar, fazer parcerias, negociar recursos humanos e financeiros, cuidar do patrimônio, planejar o uso dos espaços e dos recursos.

 

HISTÓRICO

 

A Escola do Ensino Fundamental Francisco Nunes Leitão, foi fundada em 1.970, localizada na Rua: Duque de Caxias no Bairro 2° Distrito.

No ano de sua fundação a referida escola atendeu um total de alunos de 1º ao 5º Ano, tendo como Diretora a Senhora Raimunda Maria da Silva Souza, Secretária Maria de Lourdes do Carmo Castro, inspetor de Ensino José Magalhães Santana, Prefeito Raidir Nunes Leitão e Governador Francisco Oliveira Dantas.

Atualmente está situada a Rua: José Porfírio Bairro 2° Distrito, atende uma clientela de 568 alunos do 1° ao 5° ano numa faixa etária de 06 a 14 anos.

 

VISÃO – Garantir que a escola Francisco Nunes Leitão continue sendo um centro educacional e social, atendendo a toda a comunidade escolar e suas  necessidades, oferecendo aos alunos um ensino de qualidade, contribuindo dessa forma para uma sociedade mais  justa

 

MISSÃO - Oportunizar a comunidade escolar maior envolvimento e participação  nas ações escolares, contribuindo para a formação pessoal e social dos alunos, sendo eles agentes transformadores críticos e participativos construtores de uma sociedade que tenha justiça, respeito mútuo, solidariedade e diálogo.

 

BIOGRAFIA DO HOMENAGEADO

 

No dia 30 de setembro de 1888, nasceu em Fortaleza – Ceará, Francisco Nunes Leitão, Filho de Gonçalo Nunes Leitão e de Telníria Nunes da Silva.

Em 1928, Francisco Nunes Leitão, deixou sua terra natal e veio para o Acre, em busca de melhores condições de vida.  Na época, o Acre ainda não havia passado a categoria de Estado, era um Território Federal. Onde juntamente com sua esposa, senhora Maria de Lourdes Gomes Leitão, passaram a trabalhar na agricultura até o ano de 1938 no seringal Recreio, a partir de 1938 mudou-se para Feijó, que também não era município, mas um dos mais ricos seringais da região, chamado de Porto Acre, que atraia muitos imigrantes Nordestinos.

Francisco Nunes Leitão, foi um homem simples, mas muito trabalhador, que como muitos nordestinos, ao chegar ao Acre, deparou-se com uma realidade bem diferente daquela que esperava. Mas não voltou para sua terra, e logo começou a trabalhar como carroceiro. Assim, criou seus oito filhos, cinco mulheres e três homens entre eles Alcimar Nunes Leitão e Raimundo Gomes Leitão conhecido como Raidir Leitão. Ambos abraçaram a carreira  política do Estado do Acre.

Em 1960, Francisco Nunes Leitão faleceu, mas continuou viver através de seus dois filhos> Alcimar e Raidir.

Em 1967, Alcimar Leitão foi nomeado Prefeito Municipal de Feijó, governou quatro anos e em 1970 passou a faixa a seu irmão Raidir Leitão. Neste mesmo ano foi inaugurada a escola e o Prefeito Raidir em homenagem o seu pai, colocou o nome da mesma de Escola Francisco Nunes Leitão.

 

ESTRUTURA FÍSICA DA ESCOLA

 

  1. CARACTERIZAÇÃO

 

ART. 1°  a Escola de Ensino Fundamental Francisco Nunes Leitão, fundada no ano de 1970. Situada na Rua José Porfírio, s/nº, bairro Segundo Distrito, no município de Feijó, estado do Acre, possui uma área de 1.883,84 m². Cercada por um muro de alvenaria, mantida pela SEE – Secretaria de Estado de Educação do Acre atende uma clientela mista oriunda de bairros periféricos, com poder aquisitivo variado, tendo uma faixa etária de 6 a 14 anos de idade, atende apenas uma modalidade de Ensino: Ensino Fundamental de 1º ao 5º Ano, utilizando o método construtivista, tendo como órgão deliberativo o Conselho Escolar Francisco Nunes Leitão, com CNPJ nº. 01.221.164/0001-01.

 

 b. INSTALAÇÕES ESCOLARES

Dependência

Quant

Dimensão em metros quadrados

Estado de Conservação

Adequado

Inadequado

01

Diretoria

01

8.40m²

ótimo

Adequado

02

Secretaria

01

20.30m²

ótimo

Adequado

03

Depósito de Merenda

01

6.69m²

Bom

Adequado

04

Banheiros

07

   2.79m² cada

Bom

Adequado

05

Cantina

01

34.62m²

Bom

Adequado

06

Corredores

03

48,00m²

Bom

Adequado

07

Refeitório

01

175.95m²

ótimo

Adequado

08

Salas de Aula

09

48,00m²

Bom

Adequado

09

Sala de material de limpeza

01

3,67m²

Bom

Adequado

10

Sala multimeios

01

59.60m²

Bom

Adequado

11

Sala dos Professores

01

38.12m²

Bom

Adequado

12

Almoxarifado

01

7.40m²

ótimo

Adequado

 

 

ORGANIZAÇÃO ESCOLAR

 

A – Sala de Aula.

 

Número de Salas.

Média de Alunos por Turma.

Ofertas de Vagas e Atendimento à Comunidade.

Número de Turmas em Funcionamento.

 

09

 

30 a 35

 

567

 

19

 

B- Distribuição da Clientela por Modalidade de Ensino e Turno.

 

Nº de Turno por Ano. 2009

Turno     

Ensino Fundamental: 19 turmas

Manhã

Tarde

1º Ano: 3 turmas

02

01

2º Ano: 4 turmas

02

02

3º Ano: 3 turmas                     

01

               02

4º Ano: 4 turmas

02

02

5º Ano: 4 turmas

02

02

 

 

FUNDAMENTO DA ESCOLA: 

         A – Organização das Turmas / Horário / Nº. de Turmas 

 

Nº. de Turmas por Série - 2009

Turno

Horário

Manhã

1º Ano

02

07:30 às  11:45  hs

2º Ano

02

07:30 às  11:45  hs

3º Ano               

01

07:30 às  11:45  hs

4º Ano

02

             07:30 às  11:45  hs

5º Ano

02

             07:30 às  11:45  hs

Tarde

1º Ano

01

13:15 às 17:30 hs

2º Ano

02

13:15 às 17:30 hs

3º Ano              

02

13:15 às 17:30 hs

4º Ano

02

13:15 às 17:30 hs

5º Ano

02

13:15 às 17:30 hs

 

FUNDAMENTAÇÃO TEÒRICA

 

Entendendo o Projeto Político Pedagógico como identidade da própria escola, no qual estão registrados seus objetivos, metas e planos de ação a serem desenvolvidas no decorrer do ano letivo, faz-se necessário, também explicitar os princípios definidos pela mesma.

Com relação à concepção de educação, acreditamos numa educação construtiva, que busca a desenvolver no educando, competências e habilidades, para que ele possa agir e interagir no meio em que está inserido de forma crítica e atuante. Onde o aluno é o sujeito do seu conhecimento e o professor um orientador e incentivador da construção do saber.

No que se refere ao conhecimento escolar, trabalhamos de acordo com os Parâmetros curriculares da Secretária Estadual de Educação, que contemplam tal respectiva de currículo.

O processo de ensino-aprendizagem deverá ter um novo significado, nessa perspectiva o educando deverá participar do processo, como um ser capaz de construir seu conhecimento, pois o aluno não pode mais ser considerado objeto do seu conhecimento, mas sim, o sujeito do seu próprio conhecimento.

A avaliação será feita de forma global, contínua, formativa e somativa. Por isso, a escola Francisco Nunes Leitão, adotará vários instrumentos de avaliação, visando à melhoria da qualidade de ensino-aprendizagem. Portanto, trabalharemos a avaliação em conformidade com o parecer Nº. 15 / 2.001 do Conselho de Educação.

Além dos princípios citados, a escola priorizará outros neste projeto:

  • Gestão democrática – No que se refere à gestão escolar pretende propiciar um clima de harmonia, respeito que dê a todos a oportunidade de refletir e expor suas idéias e opiniões, contribuindo assim, para uma gestão democrática e dinâmica. Uma gestão voltada para os interesses de todos que contribuem direto ou indiretamente com a educação de nossos alunos, visando o compromisso com a transformação da sociedade.
  • Democratização do Acesso e da Permanência com Sucesso do Aluno na escola   

·         A escola Francisco Nunes leitão tem como prioridade assegurar um ensino de qualidade, garantindo o acesso e a permanência de todos os Educandos, sem distinção de classe social, de raça e de doutrina religiosa.

  • Valorização dos Profissionais da Educação – Valorizar o profissional faz-se necessário também para que os objetivos deste projeto sejam alcançados. Para isso, a escola pretende trabalhar a formação contínua de professores, através de Encontros Pedagógicos realizados no final de cada mês.
  • Relação entre a Escola – Comunidade  - A escola também priorizará o bom relacionamento com a comunidade, tornando sua gestão mais democrática . Partindo desse princípio a escola deseja manter um relacionamento de parceria, que promove a interação escola - comunidade, visando a elevação da qualidade do ensino – aprendizagem.

Portanto, esperamos que através deste Projeto o ensino – aprendizagem de Escola: Francisco Nunes Leitão possa dá um salto na qualidade, visto que ele reflete um compromisso de todos com uma educação de sucesso.

OBJETIVOS INSTRUTUCIONAIS

 

OBJETIVO GERAL

 

A escola de Ensino Fundamental Francisco Nunes Leitão, tem como Objetivo.

Oferecer um ensino adequado para desenvolvimento da realidade do aluno, proporcionando assim, uma educação de qualidade que contribua para melhor atender as suas necessidades, contemplando a participação de todos seus seguimentos, agindo como um cidadão  crítico e participativo capaz de atuar com competência no meio em que vive.

 

OBJETIVO ESPECÍFICO

                                  

·         Compreender a vida escolar como participação no espaço público, utilizando e aplicando os conhecimentos adquiridos na construção de uma sociedade democrática e solidária.

·         Construir uma imagem positiva de si, o respeito próprio traduzido pela confiança de escolher a realizar seu Projeto de vida.

·         Compreender a cidadania como participação social e político, assim como exercício de direitos e deveres políticos, civis e sociais, adotando no dia-a-dia, atitudes de solidariedades, cooperação.

·         Promover ações que favoreçam a relação da auto estima da comunidade escolar.

·         Elaborar planos de curso de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais.

·          Desenvolver parcerias com outras instituições que venha favorecer o processo, Ensino Aprendizagem.

 

METAS e AÇÕES

 

*      Elevar a  média dos alunos na  Avaliação Externa  do SEAPE  em  PORTUGUÊS  do  5° Ano  de 189,17, para 194,%

1 - Realizar um levantamento bimestral dos alunos do 5º ano com baixo desempenho na disciplina crítica de Português

2 - Realizar uma reunião bimestral com os pais  dos alunos com baixo desempenho em Português

3 Oferecer duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos com baixo desempenho em Português

4 - Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades de aprendizagem do aluno

5 - Avaliar o resultado das aulas de apoio pedagógico

6 - Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades dos alunos nas disciplinas críticas

7 - Elaborar uma ficha de acompanhamento dos alunos do5º ano que apresentam baixo rendimento em  Português

8 - Executar  atividades  variadas de recuperação paralela no bimestre individual  e coletivamente

9 - Analisar o resultado das avaliações de Recuperação Paralela.

10 - Planejar uma Roda  de Leitura

11 - Executar uma  Roda de Leitura

12 - Avaliar o resultado  da Roda de Leitura  com  professores e coordenação.

13 - Planejar o  Projeto de Leitura  e Escrita Fonte de Sabedoria

14 - Abertura do Projeto de Leitura e Escrita Fonte de Sabedoria

15 - Executar o Projeto de Leitura e Escrita Fonte de Sabedoria

16- Avaliar o Resultado do Projeto A Leitura e a Escrita Fonte de Sabedoria

17- Garantir a Transposição das atividades adquiridas nos cursos de Capacitação e Formação para sala de aula

18- Avaliar o resultado da atividade realizada

19- Planejar uma Gincana de Ortografia na Roda de Leitura

20 - Realizar uma Gincana de Ortografia com os alunos do 1º ao 5º Ano

21 - Avaliação da Gincana  realizada

22 - Planejar um Concurso de Poema

23 - Realização do Concurso de Poemas

24 - Planejar um concurso do Soletrando

25 - Organizar um Sarau literário sobre a obra de determinado autor

26 - Executar um sarau literário sobra a obra de determinados autores

27 - Avaliação das atividades do sarau realizadas

*      Elevar a  média dos alunos na  Avaliação Externa  do SEAPE  em  Matemática

do  5° Ano  de 192,89 para 197,%

1 Realizar um levantamento bimestral dos alunos do 5º ano com baixo desempenho

na disciplina

crítica de  Matemática;

2 Realizar uma reunião bimestral com os pais  dos alunos com baixo desempenho

 em Matemática;

3 Oferecer duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos

 com baixo desempenho em Matemática;

4 Avaliar mensalmente o resultado do apoio pedagógico

5 Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades

de aprendizagem do aluno

6 Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades

encontradas nas  disciplinas críticas.

7 Assegurar a transposição das atividades adquiridas no PROFEMAT para a sala

de aula.

8 Realizar acompanhamento sistemático da aula dos professores

9 Elaborar uma ficha de acompanhamento dos alunos dos 5º Anos  que apresentam

 baixo rendimento em Matemática.

10 Realizar atividades permanentes envolvendo as quatro operações.

11 Realizar semestralmente avaliações simuladas nos moldes das avaliações

externas

12 Replanejar  a prática pedagógica com base nos resultados dos testes

13 Planejar uma Gincana de Matemática

14 Realizar uma Gincana de Matemática com os alunos do1ºao5ºano

15 Avaliar juntamente com a equipe  os resultados da gincana de Matemática

16 Executar uma Atividade recreativa “Educar através dos Jogos”para os alunos

do 1º ao 5ºAno

17 Avaliar resultados da atividade recreativa

18 Planejar  o momento da Matemática nas sextas –feiras

19 Executar O Momento da Matemática com os alunos do 1º ao 5ºAno

 

*      Elevar o índice de aprovação geral de alunos de 93.%  para 95%;

 

1 - Elaborar uma avaliação diagnóstica dos alunos do 1º  ao 5º Ano  de matemática e português.

2 - Aplicar  uma avaliação diagnóstica para os alunos do 1º ao 5º ano.

3 - Analisar duas avaliações diagnósticas dos alunos de 1º ao 5º ano.

4 - Aplicar inicialmente uma avaliação diagnóstica para os alunos de 1º ao 5º ano.

5 - Realizar dois planejamentos com o corpo docente a partir dos resultados detectados através de cada avaliação diagnóstica aplicada

6- Realizar uma reunião bimestral com os pais informando o desempenho dos educandos e enfatizando a importância do acompanhamento dos mesmos no processo ensino   aprendiz agem de seus filhos.

7 - Realizar um encontro  quinzenal com os professores para planejar medidas de intervenção visando melhorar o rendimento dos discentes, e práticas metodológicas dos professores.

8 - Observar quinzenalmente a prática do professor em sala de aula

9 - Replanejar a prática com base nas observações realizadas

10 - Realizar uma reunião bimestral com os professores e pais de alunos com baixo desempenho

11- Elaborar um projeto de leitura e produção textual denominado Leitura e Escrita Fonte  de Sabedoria com os alunos do 1º a 5ª ano.

12 - Realizar um projeto de leitura e produção textual denominado “Leitura e Escrita Fonte  de Sabedoria com os alunos d 1º a 5ª ano.

13 - Avaliar o Projeto de leitura e produção textual em suas ações realizada, definindo padrões significativos no que se refere ao processo de ensino e aprendizagem na leitura e escrita.

14 - Avaliar o projeto de Leitura e Produção textual A leitura e a Escrita Fonte de Sabedoria.

15 - Executar o soletrando no Projeto A leitura e a Escrita Fonte de Sabedoria.

16 - Avaliar atividade e sua significância no processo de ensino

 

*      Elevar o índice de aprovação dos  alunos do 4ª  Ano”D” de 89,1%  para 92,0% na disciplina de Língua Portuguesa.

1 - Realizar um levantamento bimestral dos alunos da 4º ano com baixo desempenho na disciplina crítica de Português.

2 - Realizar um planejamento com os professores para apoio pedagógico no contra turno para os alunos com deficiência de aprendizagem na área de Português.

3 - Oferecer duas  aulas de apoio pedagógico semanais de apoio pedagógico no contra turno para os alunos com baixo desempenho em Português.

4 - Avaliar o resultado das aulas de apoio pedagógico

5 - Realizar uma reunião com os pais dos alunos com baixo desempenho em Português

6 - Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar aquisição de habilidades de aprendizagem dos alunos na disciplina de Português.

7 - Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades dos alunos nas disciplinas críticas

8 -  Acompanhar quinzenalmente as aulas dos professores.

9 - Fazer orientação individual aos professores a partir do acompanhamento feito às aulas

10 - Realizar atividades permanentes envolvendo as quatro operações

11 - Realizar atividades diferenciadas em sala de aula para sanar as dificuldades dos alunos

12 - Planejar trabalhos parciais simuladas nos moldes das avaliações externas.

13 - Realizar     trabalhos parciais simuladas nos moldes das avaliações externas.

14- Avaliar o resultado dos testes simulados

15- Replanejar  a prática pedagógica com base nos resultados dos testes

16 - Elaborar um gráfico bimestral com o resultado de desempenho dos alunos .

17 - Implantar sistema de recuperação paralela para os alunos com baixo rendimento.

18 - Planejar uma  Roda de Leitura duas vezes mensais.

19 - Executar uma Roda de Leitura  duas vezes mensais.

20 - Avaliar juntamente com a equipe os resultados da Roda de  Leitura .

21 - Planejar uma atividade recreativa  com os alunos do 1º ao 5º ano.

22 - Executar uma Atividade recreativa “Educar através dos Jogos” para os alunos do 1º ao 5º ano.

23 - Avaliar resultado das atividades realizadas.

*      Elevar  o índice de provação dos alunos dos 4º Ano “D”  de 89,1% para 92,0% na disciplina de Matemática..   

1 - Realizar um levantamento bimestral dos alunos da 4º ano com baixo desempenho na disciplina crítica de Matemática

2 - Realizar uma reunião bimestral com os pais dos alunos com baixo desempenho em e Matemática

3 - Oferecer  duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos com baixo desempenho em Matemática.

4 - Avaliar o resultado do Apoio Pedagógico  juntamente com os professores  e coordenação.

5 - Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades de aprendizagem do aluno dos alunos na disciplina de Matemática.

6 - Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades dos alunos nas disciplinas críticas

7 - Elaborar um gráfico bimestral como resultado de desempenho dos alunos

8 - Realizar um planejamento quinzenal, para discutir com os professores a situação de aprendizagem dos alunos, dando-lhe orientações e oferecendo estratégias facilitadoras e competências desses alunos com baixo desempenho.

9 - Planejar uma gincana de matemática.  Para os alunos do  4º Ano

10 - Executar uma Gincana de Matemática.,

11- Avaliar juntamente com a equipe e os professores o resultado da Gincana de Matemática.

12 - Planejar uma atividade recreativa Educar Através dos Jogos  com os alunos do 1º ao 5º Ano.

13 - Avaliar resultado das atividades realizadas.

14 - Avaliar atividade e sua significância no processo de ensino 

15 - Acompanhar rendimento bimestral dos alunos do 5º Ano.

15 - Avaliar resultado das atividades realizadas.

17 - Acompanhar rendimento bimestral dos alunos do 5º Ano.

18 - Avaliar resultado das atividades realizadas.

*      Elevar  o índice de provação dos alunos do 4º Ano  “D”   de 89,1% para 92,0% na disciplina de Geografia. 

1 Realizar um levantamento bimestral dos alunos da 4ª ano com baixo desempenho na disciplina crítica de Geografia

2 Realizar uma reunião bimestral com os pais dos alunos com baixo desempenho em e Geografia

3 Oferecer  duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos com baixo desempenho em Geografia

4 Avaliar o resultado do Apoio Pedagógico  juntamente com os professores  e coordenação.

5 Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades de aprendizagem do aluno dos alunos na disciplina de Geografia

6 Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades dos alunos nas disciplinas críticas

7 Elaborar um gráfico bimestral como resultado de desempenho dos alunos

8 Realizar um planejamento quinzenal, para discutir com os professores a situação de aprendizagem dos alunos, dando-lhe orientações e oferecendo estratégias facilitadoras e competências desses alunos com baixo desempenho.

9 Avaliar resultado das atividades realizadas.

10 Avaliar atividade e sua significância no processo de ensino

11 Acompanhar rendimento bimestral dos alunos do 5º Ano.

12 Avaliar resultado das atividades realizadas.

14 Acompanhar rendimento bimestral dos alunos do 5º Ano.

15 Avaliar resultado das atividades realizadas.

*      Elevar a taxa de aprovação de 89,1% para 92,% em História no 4º ano “D”.

1 Realizar um levantamento bimestral dos alunos do 4º ano com baixo desempenho na disciplina crítica de história

2 Realizar uma reunião bimestral com os pais  dos alunos com baixo desempenho em história

3 Oferecer duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos com baixo desempenho em história

4 Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades de aprendizagem do aluno

5 Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades dos alunos nas disciplinas críticas.

6 Elaborar uma ficha de acompanhamento dos alunos do 2º ano que apresentam baixo rendimento em história

7Planejar atividades variadas de recuperação paralela para os alunos com baixo desempenho em história.

8 Executar  atividades  variadas de recuperação paralela no bimestre individual  e coletivamente

9 Analisar o resultado das avaliações de Recuperação Paralela.

10 Realizar uma Palestra em Parceria com o Projeto Quero a Vida  do Instituto do IFA. Sobre drogas

11 Avaliação  da Palestra Quero a vida. Observando os aspectos positivos e negativos.

*      Elevar a taxa de aprovação de 82,1% para 85,1% em História no 2º ano.

1 - Realizar um levantamento bimestral dos alunos do 2º ano com baixo desempenho na disciplina crítica de história

2- Realizar uma reunião bimestral com os pais  dos alunos com baixo desempenho em história

3 - Oferecer duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos com baixo desempenho em história

4 - Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades de aprendizagem do aluno

5 - Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades dos alunos nas disciplinas críticas.

6 - Elaborar uma ficha de acompanhamento dos alunos do 2º ano que apresentam baixo rendimento em história

7 - Planejar atividades variadas de recuperação paralela para os alunos com baixo desempenho em história.

8 - Executar  atividades  variadas de recuperação paralela no bimestre individual  e coletivamente

9 - Analisar o resultado das avaliações de Recuperação Paralela.

10 - Realizar uma Palestra em Parceria com o Projeto Quero a Vida  do Instituto do IFA. Sobre drogas

11 - Avaliação  da Palestra Quero a vida. Observando os aspectos positivos e negativos.

*      Elevar a taxa de aprovação de 81,8% para 85% em Ciência no 2º ano.

1 - Realizar um levantamento bimestral dos alunos do 2º ano com baixo desempenho na disciplina crítica de Ciência

2 - Realizar uma reunião bimestral com os pais  dos alunos com baixo desempenho em Ciência

3 - Oferecer duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos com baixo desempenho em Ciência

4 - Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades de aprendizagem do aluno

5 - Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades dos alunos nas disciplinas críticas

6 - Elaborar uma ficha de acompanhamento dos alunos do 2º ano que apresentam baixo rendimento em Ciência

7 - Executar  atividades  variadas de recuperação paralela no bimestre individual  e coletivamente

8 - Analisar o resultado das avaliações de Recuperação Paralela.

*      Elevar a taxa de aprovação de 81% para 85% em geografia no 2º ano.

1 - Realizar um levantamento bimestral dos alunos do 2º ano com baixo desempenho na disciplina crítica de geografia

2 - Realizar uma reunião bimestral com os pais  dos alunos com baixo desempenho em geografia

3 - Oferecer duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos com baixo desempenho em geografia

4 - Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades de aprendizagem do aluno

5 - Realizar um encontro pedagógico bimestral para análise das dificuldades dos alunos nas disciplinas críticas

6 - Elaborar uma ficha de acompanhamento dos alunos do 2º ano que apresentam baixo rendimento em geografia

7 - Elaborar uma atividade de recuperação paralela diante daquilo que o aluno deixou de aprender.

8 - Palestra de lideranças evangélicas  sobre laços familiares,  e prevenção contra drogas visando    melhorar o convívio social  entre jovens.

*      Elevar a taxa de aprovação de 82,8% para 88% em Ciência do 3º ano “C”

1 - Realizar um levantamento bimestral dos alunos do 2º ano com baixo desempenho na disciplina crítica de Ciência

2 - Realizar uma reunião bimestral com os pais  dos alunos com baixo desempenho em Ciência

3 - Oferecer duas aulas de apoio pedagógico semanal no contra turno para os alunos com baixo desempenho em Ciência

4 - Elaborar uma ficha de acompanhamento para constatar a aquisição de habilidades de aprendizagem do aluno

*      Elevar o índice de permanência dos alunos de 99,5% para 100%.

1 - Implementar   uma ficha de controle de freqüência semanal para os alunos faltosos.

2 - Realizar um levantamento semanal dos alunos evadidos;

3 - Elaborar uma ficha de coleta de dados informativos e precisos sobre o motivo de evasão;

4 - Elaborar uma ficha de visita às famílias que apresentam sucessivas faltas;

5 - Realizar visitas às casas dos alunos faltosos.

6 - Realizar uma premiação semestral aos alunos do 1º ao a 5º Ano  que apresentam bom desempenho e freqüência escolar;

7 - Realizar um controle de freqüência semanal para identificar os alunos faltosos;

8 - Realizar uma reunião com os pais dos alunos que faltam freqüentemente levando-os a incentivar e encorajar seus filhos para participarem das aulas.

9 - Realizar um recreio dirigido com  atividade esportivas e recreativas.

10 - Convocar o pai ou responsável que não enviar seu filho á escola.

11 - Notificar o pai que não cumprir com  a responsabilidade de enviar o filho à escola ao Conselho  Tutelar.

12 - Avaliar resultado das ações realizadas.

*      Promover atividades pedagógicas, culturais e esportivas que assegurem a participação da comunidade escolar e pais.

1 - Elaborar um projeto cultural/pedagógico “Fazendo arte na escola”

2 - Executar um Projeto  Fazendo Arte na Escola.

3 - Avaliar o Projeto de Arte Na Escola

4 - Avaliar o Projeto  Cultural  “Fazendo Arte na Escola” em suas ações realizadas, definindo padrões significativos  para o sucesso no ensino aprendizagem.

5 - Planejar sete eventos em homenagem a data alusiva: dia das mães,  festas juninas, culminância dos projetos de leitura e produção textual, Leitura e a Escrita Fonte de Sabedoria Projeto Cultural  Fazendo Arte na escola, dia da criança, dia do professor, dia do funcionalismo.

6 - Realizar sete eventos em homenagem a data alusiva: dia das mães,  festas juninas, culminância dos projetos de leitura e produção textual, Projeto Cultural Fazendo Arte na escola, dia da criança, dia do professor, dia do funcionalismo.

7 - Avaliar os sete eventos realizados  em homenagem as datas  alusivas: dia das mães,  festas juninas, culminância dos projetos de leitura e produção textual, Projeto Cultural Fazendo Arte na escola, dia da criança, dia do professor, dia do funcionalismo.

8 - Planejar quatro palestras em parcerias com especialistas na área de saúde, Conselho tutelar, Assembléia de Deus e outras entidades, para educação social dos alunos.

9 - Realizar quatro palestras em parcerias com especialistas na área de saúde, Conselho tutelar, Assembléia de Deus e outras entidades, para educação social dos alunos.

10 - Avaliar o resultado das quatro palestras realizadas em parcerias com especialistas na área de saúde, Conselho tutelar, Assembléia de Deus e outras entidades, para educação social dos alunos.

11 - Realizar uma reunião bimestral com os pais para informar a importância do acompanhamento no processo de ensino aprendizagem do aluno.

13 - Realizar um encontro semestral com a comunidade externa e equipe escolar para divulgar as atividades pedagógicas que serão desenvolvidas na unidade escolar.

14 - Planejar uma reunião semestral com a Comunidade externa e Equipe escolar para prestar contas dos recursos alocados para a unidade escolar.

15 - Realizar uma reunião semestral com a Comunidade e Conselho Escolar e Equipe escolar para prestar contas dos recursos alocados para a unidade escolar.

16 - Avaliar a reunião realizada com a comunidade visando a transparência e fortalecer a boa convivência, o diálogo e a  participação.

17 - Elaborar o Projeto “ALUNO NOTA 10”

18 - Executar o Projeto Aluno Nota 10

19 - Avaliar o Projeto Aluno nota 10

*      Implantar um sistema de coleta de acompanhamento de aquisição de materiais para melhorar o gerenciamento da escola.

1 - Elaborar uma ficha de controle de entrada e saída de materiais na escola.

2 - Elaborar um termo de responsabilidade firmando compromisso com todo segmento escolar referente a prejuízos causados na unidade de ensino.

*      Construir e implementar  o   uso do laboratório de informática

1 - Solicitar construção do laboratório de informática

*      Informatizar os funcionários da Escola no Curso de Informática

1 - Planejar um curso básico de informática para os professores, pessoal de apoio,  no sistema Linux e nos softwares educativos que acompanham o programa.

2 - Executar  o curso com a carga horária de 40 horas.

3 - Formar professores no sistema Linux e nos softwares educativos que acompanham o programa

4 - Avaliar o curso básico juntamente com a equipe gestora e cursista.

5 - Planejar atividades com os professores e pessoal  apoio atividades  que envolvam o uso do computador.

 

Principais problemas detectados e elecados que atribuem para o baixo rendimento escolar dos alunos

v  Baixo desempenho nas disciplinas Português, História, geografia e Ciências;

v  Acessibilidade ao prédio escolar inadequada;

v  Falt de um laboratório de informática

v   Pouca utilização do material didático e pedagógico por parte dos professores

v  Os professores detêm pouco conhecimento sobre a utilização dos recursos tecnológicos;

v   Falta de acompanhamento dos pais no processo de ensino aprendizagem;

v  Desestabilidade familiar;

v  Baixo nível de preparação dos alunos que ingressam na escola;

v  Falta de uma biblioteca e videoteca;

v  Falta de sala para o funcionamento do apoio pedagógico;

v  Falta de espaço para realização de Educação Física;

v  Ìndice de distorção de idade/ano;

 

AVALIAÇÃO

Tendo em vista que o projeto Político Pedagógico, o documento que compempla as diversas ações: Política, Pedagógica, Administrativas e Jurídicas, que devem ser desenvolvidas pela escola é necessário que haja uma participação ativa por parte de todos os segmentos da escola.

Portanto, a avaliação do Projeto é um processo contínuo, a qual deve avaliar os seus efeitos sobre os alunos, a equipe de educadores, o ambiente de trabalho e o funcionamento da escola e participação do Conselho Escolar e doa pais.

 

Certos de que o Projeto Político Pedagógico da escola é a ferramenta básica e primordial para traçar as diretrizes das políticas internas da mesma ao longo do ano, como também suas metas, ações objetivos e estratégias para garantir sua eficácia . São analisadas e redefinidas no início de cada ano letivo conforme as necessidades e perspectivas de todos os segmentos , principalmente o aluno que é nosso principal alvo, sendo que é através desta avaliação que a escola consegue traçar novos rumos e atingir seus reais objetivos.

 

  •  Escola Francisco Nunes, realiza culminância do Projeto Formando Leitores e Escritores, no dia 18 de Dezembro.

 

 

Projeto Político Pedagógico

Escola de Ensino Fundamental:

 

 

 

Francisco Nunes Leitão

 

 

 

Elaboradores:

 

 

 

Equipe Gestora e Funcionários da Escola

 

 

 

Colaboradores:

 

 

 

-          Secretária de Estado de Educação

 

 

 

-          Equipe de Apoio Pedagógica da SEE.

 

 

 

Área de Abrangência

 

Feijó – Acre, junho de 2008

  

 

ÍNDICE

 

1-     APRESENTAÇÃO.

2-     ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA.

3-     HISTÓRICO.

4-     BIOGRAFIA DO HOMENAGEADO

5-     ESTRUTURA FÍSICA DA ESCOLA.

6-     ORGANIZAÇÃO ESCOLAR.

7-     FUNCIONAMENTO DA ESCOLA.

8-     FUNDAMENTO TEÓRICO.

9-     OBJETIVOS:

__ GERAL.

__ ESPECIFÍCO.

10-METAS

11-AVALIAÇÕES.

                                                                                                                                                                                                       

  

 

APRESENTAÇÃO

 

O Compromisso d escol com a construção da cidadania levou-nos a elaborar o PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO voltado para a responsabilidade  com a formação de cidadãos críticos e conscientes dos seus direitos e deveres.

A escola hoje não pode caminhar sozinha, portanto, se faz necessário construir um Projeto que corresponda com os objetivos de todos.

Para que possa atender os desafios e as exigências apresentadas pela atual sociedade, é que a Escola Francisco Nunes Leitão se reuniu com toda equipe escolar e elaborou seu Projeto Político Pedagógico com a finalidade de explicitar as ações pedagógicas e administrativas que serão desenvolvidas no decorrer do ano letivo, obedecendo às normas da Própria Lei de diretrizes e Bases da Educação Nacional – LLDB, de n° 9.395/96, não só reconhece os estabelecimentos de ensino como um espaço legitimo para a elaboração de seu Projeto Pedagógico, como também, assegurar a participação dos profissionais da educação no desenvolvimento dessa tarefa.

Queremos construir uma escola democrática. A democracia é uma forma de sociabilidade que penetra em todos os espaços sociais. Nessa concepção a escola onde ela deve ser expandida.

Para trabalhar uma educação comprometida com cidadania elegemos os Parâmetros Curriculares Nacionais, que tem o compromisso com a dignidade da pessoa humana, a igualdade de direitos, a participação e com a responsabilidade pela vida social.

Para que este Projeto venha a contribuir com o sucesso da escola é importante também eleger prioridades, promover a participação da Comunidade escolar, fazer parcerias, negociar recursos humanos e financeiros, cuidar do patrimônio, planejar o uso dos espaços e dos recursos.

 

 

 

 

ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA.

 

Direção

 

Conselho Escolar

 

Equipe Técnica Pedagógica

 

Coordenação Administrativa

 

Professor   -    Alunos  -  Pais   -   Funcionários

 

 

HISTÓRICO

 

A Escola do Ensino Fundamental Francisco Nunes Leitão, foi fundada em 1.970, localizada na Rua: Duque de Caxias no Bairro 2° Distrito.

No ano de sua fundação a referida escola atendeu um total de alunos de 1ª a 4ª série, tendo como Diretora a Senhora Raimunda Maria da Silva Souza, Secretária Maria de Lourdes do Carmo Castro, inspetor de Ensino José Magalhães Santana, Prefeito Raidir Nunes Leitão e Governador Francisco Oliveira Dantas.

Atualmente está situada a Rua: José Porfírio Bairro 2° Distrito, atende uma clientela de 606 alunos do1° ao5° ano numa faixa etária de 06 a 14 anos.

 

VISÃO – Garantir que a escola Francisco Nunes Leitão continue sendo um centro educacional e social, atendendo a toda a comunidade escolar e suas  necessidades, oferecendo aos alunos um ensino de qualidade, contribuindo dessa forma para uma sociedade mais  justa

 

MISSÃO - Oportunizar a comunidade escolar maior envolvimento e participação  nas ações escolares, contribuindo para a formação pessoal e social dos alunos, sendo eles agentes transformadores críticos e participativos construtores de uma sociedade que tenha justiça, respeito mútuo, solidariedade e diálogo.

 

BIOGRAFIA DO HOMENAGEADO

 

No dia 30 de setembro de 1888, nasceu em Fortaleza – Ceará, Francisco Nunes Leitão, Filho de Gonçalo Nunes Leitão e de Telníria Nunes da Silva.

Em 1928, Francisco Nunes Leitão, deixou sua terra natal e veio para o Acre, em busca de melhores condições de vida.  Na época, o Acre ainda não havia passado a categoria de Estado, era um Território Federal. Onde juntamente com sua esposa, senhora Maria de Lourdes Gomes Leitão, passaram a trabalhar na agricultura até o ano de 1938 no seringal Recreio, a partir de 1938 mudou-se para Feijó, que também não era município, mas um dos mais ricos seringais da região, chamado de Porto Acre, que atraia muitos imigrantes Nordestinos.

Francisco Nunes Leitão, foi um homem simples, mas muito trabalhador, que como muitos nordestinos, ao chegar ao Acre, deparou-se com uma realidade bem diferente daquela que esperava. Mas não voltou para sua terra, e logo começou a trabalhar como carroceiro. Assim, criou seus oito filhos, cinco mulheres e três homens entre eles Alcimar Nunes Leitão e Raimundo Gomes Leitão conhecido como Raidir Leitão. Ambos abraçaram a carreira  política do Estado do Acre.

Em 1960, Francisco Nunes Leitão faleceu, mas continuou viver através de seus dois filhos> Alcimar e Raidir.

Em 1967, Alcimar Leitão foi nomeado Prefeito Municipal de Feijó, governou quatro anos e em 1970 passou a faixa a seu irmão Raidir Leitão. Neste mesmo ano foi inaugurada a escola e o Prefeito Raidir em homenagem o seu pai, colocou o nome da mesma de Escola Francisco Nunes Leitão.

 

 

ESTRUTURA FÍSICA DA ESCOLA

 

  1. CARACTERIZAÇÃO

 

ART. 1°  a Escola de Ensino Fundamental Francisco Nunes Leitão, fundada no ano de 1970. Situada na Rua José Porfírio, s/nº, bairro Segundo Distrito, no município de Feijó, estado do Acre, possui uma área de 1.883,84 m². Cercada por um muro de alvenaria, mantida pela SEE – Secretaria de Estado de Educação do Acre atende uma clientela mista oriunda de bairros periféricos, com poder aquisitivo variado, tendo uma faixa etária de 6 a 14 anos de idade, atende apenas uma modalidade de Ensino: Ensino Fundamental de 1ª a 4ª série, utilizando o método construtivista, tendo como órgão deliberativo o Conselho Escolar Francisco Nunes Leitão, com CNPJ nº. 01.221.164/0001-01.

 

 

     b. INSTALAÇÕES ESCOLARES

Dependência

Quant

Dimensão em metros quadrados

Estado de Conservação

Adequado

Inadequado

01

Diretoria

01

8.40m²

ótimo

Adequado

02

Secretaria

01

20.30m²

ótimo

Adequado

03

Depósito de Merenda

01

6.69m²

Bom

Adequado

04

Banheiros

07

2.79m² cada

Bom

Adequado

05

Cantina

01

34.62m²

Bom

Adequado

06

Corredores

03

48,00m²

Bom

Adequado

07

Refeitório

01

175.95m²

ótimo

Adequado

08

Salas de Aula

09

48,00m²

Bom

Adequado

09

Sala de material de limpeza

01

3,67m²

Bom

Adequado

10

Sala multimeios

01

59.60m²

Bom

Adequado

11

Sala dos Professores

01

38.12m²

Bom

Adequado

12

Almoxarifado

01

7.40m²

ótimo

Adequado

 

 

 

 

 

ORGANIZAÇÃO ESCOLAR

 

A – Sala de Aula.

 

Número de Salas.

Média de Alunos por Turma.

Ofertas de Vagas e Atendimento à Comunidade.

Número de Turmas em Funcionamento.

 

09

 

30 a 35

 

606

 

20

 

 

B- Distribuição da Clientela por Modalidade de Ensino e Turno.

 

Nº de Turno por Série.

Turno     

Ensino Fundamental: 20 turmas

Manhã

Tarde

1ª Série: 7 turmas

04

     03

2ª Série: 4 turmas

02

02

3ª Série: 5 turmas                     

03

    02

4ª Série: 4 turmas

01

03

 

 

FUNDAMENTO DA ESCOLA:

 

         A – Organização das Turmas / Horário / Nº de Turmas

 

Nº. de Turmas por Série

Turno

Horário

Manhã

1º Ano do Ciclo Inicial 

01

07:30 às  11:45  hs

2º Ano do Ciclo Inicial

03

07:30 às  11:45  hs

2ª Série              

02

07:30 às  11:45  hs

3ª Série

03

07:30 às  11:45  hs

4ª Série

01

07:30 às  11:45  hs

Tarde

2º Ano Ciclo Inicial              

03

13:15 às 17:30 hs

2ª Série:      

02

13:15 às 17:30 hs

3ª Série

02

13:15 às 17:30 hs

4ª Série

03

13:15 às 17:30 hs

Enquete
Qualifique o Nosso Ensino
Otimo a Excelente
Muito bom a Otimo
Bom a Muito Bom
Regular a Bom
Suficiente a Regular
Insuficiente
Ver Resultados


ONLINE
1


 
 


Crie aqui o seu Site Grátis! Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net